5 sinais de perda de controle do seu DINHEIRO

Alguns sinais são evidentes de que você perdeu o controle do seu dinheiro e precisa de ajuda com suas finanças.

Calma, isso não é ruim mas apenas significa que é importante você encarar a realidade e ir atrás de soluções.

Veja alguns sinais de que você precisa de ajuda para organizar o seu dinheiro:

1 – Você tem medo de olhar a sua conta do banco

“Ter medo de olhar a conta do banco é a versão adulta de ter medo de olhar as notas depois da prova” de acordo com Daniel Trezub

Eu adoro esta frase porque resume exatamente o medo das pessoas de encarar a realidade financeira. Saiba que isso é mais comum do que se imagina porque não fomos ensinados à ter controle financeiro e planejamento financeiro ao longo dos anos.

Entenda que se você tem medo de olhar a sua conta no banco é porque sabe que fez alguma coisa errada com o seu dinheiro. Você se descontrolou e gastou mais do que podia e agora não consegue encarar a realidade financeira como ela é.

É bem possível que você acabe desistindo de fazer um orçamento e acompanhar os gastos todos os meses.  Você fica frustrada e se sente incapaz de continuar, já sentiu isso?

Não viva em uma ilusão, apesar de você ter escorregado durante o mês, tudo pode ser resolvido. Sugiro ler o artigo como fazer um planejamento financeiro pessoal que funciona clicando aqui para começar a transformar a sua relação com o dinheiro.

finanças pessoais

2 – Você paga a parcela mínima do seu cartão de crédito

Se você está pagando a parcela mínima do cartão, significa que você não se organizou e gastou mais do que deveria e agora não sabe como pagar.

Existe o chamado ciclo do cartão de crédito que é gastar muito no cartão e só conseguir consumir no próximo mês quando paga a fatura criando assim um ciclo sem fim. O problema maior disso é que se acontecer uma emergência durante o mês na qual você precise de dinheiro e se você não tiver uma reserva é muito provável que você tenha que se endividar, fazer empréstimos, entrar no cheque especial para resolver o problema.

O que você pode fazer quando está no ciclo constante de cartão de crédito? Você pode ir ao banco para renegociar e diminuir os juros da dívida. Isso vai evitar que o problema vire uma bola de neve e a conta se torne impagável porque quando você renegocia, os juros estabilizam e você sabe exatamente quanto tem que pagar ao mês e o prazo disso.

3 – Acha que não tem problema entrar no cheque especial

Algumas pessoas consideram o cheque especial como extensão do salário. Se tem R$1.000 de limite, usam tudo e pensam que no próximo mês vai conseguir pagar.

O problema é que no Brasil os juros são altíssimos e esse empréstimo pode chegar a 15% a.m sendo nada de especial, concorda?

Se você entra no cheque especial todos os meses é bem provável que você esteja pagando juros desnecessários por falta de planejamento e organização financeira.

Digo isso porque se você souber exatamente o que vai gastar ao longo do mês pode se preparar para não faltar e entrar no cheque especial. Uma forma de resolver esse problema é com o Caderno Financeiro, um método para você entender para onde o seu dinheiro está indo!

investimentos com pouco dinheiro
dinheiro

4 – Esconde aquilo que compra

Você costuma esconder o que comprou do seu parceiro, familiares ou amigos?

É bem provável que você não esteja de acordo com o que comprou e quer esconder esse “erro” das outras pessoas. O medo de julgamento é uma das maiores razões para as pessoas esconderem aquilo que compram. Saiba que você não está sozinha!

Você precisa entender que essa atitude é um forte indício de que você perdeu o controle sobre o seu dinheiro e precisa de ajuda para sair disso. Alguns aspectos emocionais podem estar ligados à esse consumo exagerado e por isso leia as 6 emoções que te impedem de enriquecer que pode te ajudar a lidar com essas situações.

5 – Adia sempre o pagamento das dívidas

Não querer encarar as dívidas e não buscar soluções é um sinal forte de perda de controle. Muitas pessoas me perguntam se podem deixar a dívida “caducar” e pagar depois de 5 anos.

Eu penso que se você tem um compromisso e uma responsabilidade, assuma por isso porque é muito fácil deixar tudo para depois, adiar o pagamento das dívidas e não assumir responsabilidades pelos próprios erros #prontofalei.

O que eu sugiro é, renegocie essa dívida e coloque no seu Planejamento Financeiro Pessoal para saber quanto pode pagar mensalmente e durante quanto tempo. Dessa forma, você vai sentir que está no controle da sua vida financeira e estará psicologicamente pronta para iniciar uma jornada rica.

Você pode gostar de:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *