Como gastar menos do que você ganha

Como gastar menos do que você ganha

Educação financeira, eis um assunto pouco abordado, mas que está presente na vida de todas as pessoas. Segundo dados da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros), cerca de 80% da população brasileira tem problemas financeiros. E muito deles estão atolados nas famosas dívidas. Então a pergunta que fica é: “Como gastar menos do que você ganha?”.

Se fizéssemos uma pesquisa de campo e perguntássemos quantas pessoas desejam ter um dinheiro extra, com certeza todos responderiam positivamente. Mas, porque isso não acontece?

Por alguns fatores que nos cercam, como,

  • Gastar mais do que ganha
  • Não ter um planejamento financeiro
  • Não ter metas no orçamento
  • Uso indevido do cartão de crédito
  • Não ter objetivos financeiros

Contudo, é possível reverter essa situação, desde que haja um equilíbrio.

A maioria dos brasileiros sonham em ter uma casa própria, há aqueles que preferem um carro ou até a viagem do sonhos, mas infelizmente muitos não conseguem atingir esses objetivos.

A seguir listamos alguns passos importantes para as pessoas que desejam ter um dinheiro junto no fim do mês e assim investirem em algo que sempre desejaram.

Como gastar menos do que você ganha

Como gastar menos do que você ganha

1 – Qual o seu sonho? 

Refletir sobre isso lhe dará a possibilidade de subir o primeiro degrau. Não faz sentido guardar dinheiro se não tem um planejamento para ele. Quer ter dinheiro? Precisa ter um sonho e fazer esse sonho se tornar um objetivo.

Se o seu objetivo for sair das dívidas ou adquirir algum bem material é preciso que antes ele seja escrito:

  • Quanto você precisa para realizar este objetivo?
  • Para quando?
  • O que você vai fazer para alcancá-lo, ou seja, quanto vai poupar por mês para isso?

Assim é importante listar seus objetivos pessoais. Só então, você vai ter uma boa dose de motivação em correr atrás dessa realização. Só assim é possível gastar menos do que você ganha.

2 – Tenha foco!

Muitas pessoas têm sonhos, contudo o problema está no foco mal direcionado. Antes de alcançar um objetivo é importante ter foco, pois para se alcançar o patamar desejado é preciso enfrentar alguns desafios.

Não se pode alcançar um objetivo financeiro se não tiver foco. Mas afinal, o que é foco? Foco, nada mais é do que ter um objetivo bem definido, volte no item #1 e veja como definí-lo. Antes de seguir em frente é necessário saber onde se quer chegar.

3-  Faça um planejamento de orçamento pessoal!

Uma vez que você já sabe onde quer chegar é necessário ter uma organização de ideias e atividades, isso se chama planejamento. Ele é importante, pois sem ele não é possível sair do lugar. Existem 3 tipos de planejamento, são eles: curto, médio e longo prazo no orçamento. 

Atenção: Não confunda com Planejamento Financeiro de curto, médio e longo prazo. Aqui estamos falando de planejamento de ORÇAMENTO.

O planejamento à curto prazo, consiste na elaboração de objetivos diários, ou seja, caso alguém queira sair das dívidas ou realizar um sonho, é necessário definir quanto se pode gastar por dia. Esse planejamento só pode ser definido através do planejamento a médio prazo.

O planejamento a médio prazo, é algo um pouco mais duradouro do que o de curto prazo. Ele pode ser dividido em forma de quinzena ou até mensal. Ele serve para saber se o objetivo está caminhando de forma correta.

Como gastar menos do que você ganha

Suponhamos, por exemplo, que dentro de um mês você deseje ter em sua poupança uma quantia específica, através de sua organização diária, ao final do mês você vai saber se conseguiu alcançar o seu objetivo.

O planejamento de médio prazo depende do de longo prazo. Uma coisa puxa a outra.

O planejamento à longo prazo, nada mais é do que o tempo que você traça para alcançar seu objetivo pessoal. Pode ser sair das dívidas ou adquirir um bem material. Portanto, se alguém deseja comprar uma casa própria em 5 anos, logo é necessário que se faça um cálculo de quanto vai precisar para comprar a casa neste período de tempo.

O valor deve ser dividido por anos, meses e dias, assim está completo o planejamento a curto, médio e longo prazo.

Como gastar menos do que você ganha

Como calcular o planejamento

O planejamento não está atrelado apenas ao objetivo que se deseja alcançar, mas também aos gastos financeiros. É de suma importância que se calcule quando se ganha ao mês e quanto se gasta.

Tudo deve ser mantido na ponta do lápis. Segundo economistas, o famoso cartão de crédito é o mal da sociedade, e as parcelas é o que leva inúmeras pessoas as dívidas. Ele é uma armadilha bem sucedida nos dias atuais.

A recomendação é que se calcule quanto se gasta mensalmente com as despesas e subtraia esse valor de quanto se ganha por mês . O valor que sobrar não deve ser gasto com coisas supérfluas.

Você pode fazer o download gratuito da planilha de orçamento CLICANDO AQUI

Planeje como gastar o dinheiro que está sobrando com do planejamento a médio prazo e selecione quanto você pretende guardar todo mês para a realização do seu sonho. Guarde o valor correspondente e separe mais um valor para reserva, caso haja alguma emergência. O restante do dinheiro gaste com você, afinal, ninguém deve se privar das coisas que gosta.

Outro fator importante é fazer dinheiro sem necessariamente receber um aumento. Isso está atrelado a economia dentro de casa. Estude como se pode economizar mais energia elétrica ou água, internet, telefone e principalmente as compras de mercado.

Muitas vezes compramos coisas de que não necessitamos, portanto, não basta apenas guardar recursos é necessário cortar gastos também. Um bom planejamento do seu dinheiro o possibilitará a alcançar seus objetivos. Então finalmente vai dar um passo em direção de gastar menos do que você ganha.

Como gastar menos do que você ganha

4-   Tenha controle

Não é suficiente ter sonho, foco e um bom planejamento se não se tem controle sobre os bens. Se possível não ande com o cartão de crédito se você não tiver controle sobre o seu dinheiro, ele é a razão pela qual muitos sonhos deixam de ser alcançados. Fuja das parcelas. Esse é passo essencial para gastar menos do que você ganha.

Lembre-se, de grão em grão a galinha enche o papo, de parcela em parcela você pode chegar a falência. Use o cartão de crédito apenas em situações emergenciais.

É da cultura brasileira sempre comprar um salgado diariamente no trabalho, ou frequentar fast food aos fins de semana. Tenha controle sobre isso também.

Separe um dinheiro que você pretende gastar com essas coisas por mês e seja firme em sua decisão. Tenha controle sobre seu dinheiro, seus gastos pessoais e principalmente sobre você mesmo.

Saber gerenciar as finanças pode ser difícil a princípio, mas uma vez que se começa a ver os resultados, a satisfação se torna muito maior. Lembre-se, rico não é aquele que ganha muito e sim aquele que sabe admnistrar o que ganha.

Mas e aí, resolveu viver mais economicamente? Deixe sua opinião aqui nos comentários e também verifique nossos outros conteúdos clicando aqui. Vamos ver se em breve você vai gastar menos do que você ganha.

Te desejo muito sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *